Satanás mudou a doutrina do amor ao próximo. Quem disse que eu não posso julgar alguém? Jesus que não foi!

Escrevemos sobre assuntos polêmicos essas últimas semanas e tivemos muitos comentários, o que nos motivou a escrever sobre esse tema.

Existe uma concepção errada sobre o que é o amor ao próximo. Os cristãos foram condicionados a acreditar que o amor que Cristo pregou foi um amor de inclusão, ecumênico e tolerante, mas isso não alinha com as Escrituras. Amar não é passar a “mão na cabeça”.

Ama quem sabe falar sim, mas também sabe falar não! Hoje em dia, quem critica uma crença, doutrina ou escolha, é considerada uma pessoa que não ama. No post que fizemos sobre homossexualismo, nos posicionamos severamente contra o pecado e por isso fomos muito criticados pelos próprios ditos “cristãos”, que dizem não estarmos “andando em amor”. Isso é estúpido, pois muitos falam que Jesus pregou o amor ao próximo, mas eles mesmos não entendem o que significa esse amor.

Você odeia seu filho quando chama sua atenção? Você odeia seu amigo ao repreendê-lo por ter feito alguma besteira? Eu odeio meu irmão em Cristo quando falo a verdade pra ele? O amor é cego e inconsequente?

Para Jesus, amar é exortar, ensinar, corrigir e ajudar o próximo! Ele jamais fez “vista grossa” para os problemas que estavam acontecendo e nunca deixou de expressar sua posição sobre qualquer assunto. Cristo NUNCA pregou ecumenismo e paz, mas sim amor e espada. Satanás, como sempre, distorceu o que o Salvador ensinou. Hoje em dia, se falarmos qualquer coisa contra um pastor, líder, cristão, espírita, homossexual ou até um ateu, somos chamados de juízes. Eles argumentam dizendo que a “bíblia diz”: “Não julgues para não seres julgados”. Quem diz isso é MENTIROSO. Jamais fomos ensinados a não julgar e sim, a manter nossa vida limpa diante do Criador para não sermos julgados nas mesmas coisas que estamos julgando.

juízo

Por exemplo, se eu julgo um irmão por ser idólatra e beberrão e praticar as mesmas coisas, eu também serei julgado e ainda mais severamente. Agora, se eu julgá-lo e estiver com minha vida limpa, estarei amando e ajudando esse irmão a voltar para os caminhos de Deus e JAMAIS serei julgado por isso.

Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês. Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho?

Como você pode dizer ao seu irmão: Deixe-me tirar o cisco do seu olho, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão. (Mateus 7)

Essa doutrina foi baseada apenas na primeira parte, mas continue lendo e verá que na verdade Jesus nos ensina como devemos julgar. O que não podemos fazer é condenar alguém para a perdição, mas julgar e criticar condutas, isso é parte vital do cristianismo. Como posso corrigir um cristão idólatra, sem falar que ele está errado na sua idolatria? Pequei por ter falado a verdade?

Paulo também ensina sobre esse tema em Romanos 2:

Portanto, você, que julga os outros é indesculpável; pois está condenando a si mesmo naquilo em que julga, visto que você, que julga, pratica as mesmas coisas. Sabemos que o juízo de Deus contra os que praticam tais coisas é conforme a verdade.

Ele continua assim…

Então você, que ensina os outros, não ensina a si mesmo? Você, que prega contra o furto, furta? Você, que diz que não se deve adulterar, adultera? Você, que detesta ídolos, rouba-lhes os templos?

Deus detesta esse tipo de julgamento. Quando pregamos contra algo que praticamos, somos hipócritas, mas quando julgamos e estamos andando retamente… somos sal e luz! O que não podemos fazer é julgar um irmão por comida ou bebida, como fazem alguns, pois o Reino do Deus Eterno não é isso segundo as escrituras. (Romanos 14)

Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz, pois o fruto da luz consiste em toda bondade, justiça e verdade e aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor.

Não participem das obras infrutíferas das trevas; antes, exponham-nas à luz. Porque aquilo que eles fazem em oculto, até mencionar é vergonhoso. Mas, tudo o que é exposto pela luz torna-se visível, pois a luz torna visíveis todas as coisas. (Efésios 5)

Como você vai expor alguma prática ou pessoa à luz sem primeiro julgá-la pelas trevas que ela está vivendo? Se você acredita que o amor consiste apenas em oração e aceitação, você precisa ler os evangelhos e verá que Jesus pregou muito mais condenação do que salvação. Ele confrontou TODOS os pecadores que chegaram até ele. Alguns dizem: não fale assim, Deus é amor. Sim, mas ele também é Justo, Santo e tardio em se irar. Isso não quer dizer que Ele não se ira.

Todos os grandes profetas e pregadores nas escrituras eram ousados e falavam o que Deus tinha pra falar na “lata”, sem cortes nem edição. Hoje temos uma epidemia de cristãos moles, inseguros e sem ousadia. Ministérios de jovens que só fazem churrascos, piqueniques e acampamentos, mas nada de falar: Ei, você se diz cristão, mas ouve lady gaga, ou, Ei você se diz cristão, mas continua dormindo com sua namorada! “Jovens” barbados de 30 anos participando de cervejadas e fazendo todo tipo de idiotice, mas continuam cantando e dançando nas igrejas.

Onde estão os homens e mulheres de Deus? Onde estão os imitadores de Cristo? Jesus não era esse Cristo ecumênico que fazia carinho nas ovelhinhas, que se vestia como uma mulherzinha e tinha cabelos compridos e olhos azuis, parecendo um ator de cinema. O verdadeiro Jesus era e é um homem santo, puro, vivo e direto. Que ama, cura, salva, mas o que poucos se lembram, ele também julga!

Pois, da mesma forma que o Pai ressuscita os mortos e lhes dá vida, o Filho também dá vida a quem ele quer dá-la. Além disso, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo julgamento ao Filho, para que todos honrem o Filho como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho, também não honra o Pai que o enviou. Eu lhes asseguro: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida.

Eu lhes afirmo que está chegando a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e aqueles que a ouvirem, viverão. Pois, da mesma forma como o Pai tem vida em si mesmo, ele concedeu ao Filho ter vida em si mesmo. E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. (João 5)

Cristo confrontou os fariseus e hoje, continua nos confrontando para voltarmos ao seu evangelho puro e eficaz. A igreja se tornou um clube de fofocas e apenas uma formalidade, onde as pessoas não têm coragem de se posicionar e/ou exortar um irmão. Entenda de uma vez por todas que para amar é preciso ter coragem e fazer o que Jesus fez, trazer correção para que as pessoas entrem ou voltem para a porta estreita e ao caminho apertado.

About these ads

65 comentários sobre “Satanás mudou a doutrina do amor ao próximo. Quem disse que eu não posso julgar alguém? Jesus que não foi!

  1. Alguns dizem: não fale assim, Deus é amor. Sim, mas ele também é Justo, Santo e tardio em se irar. Isso não quer dizer que Ele não se ira.

    Cara como assim ele se ira? Se Deus existir pode ter certeza que se ele tiver “sentimento” esse sentimento vai ser de amor e não de ódio nem ira. E dizer que Deus fez justiça com morte e destruição pra mim isso já não é justiça, eu acho que Deus seria incapaz de matar alguém. Porque se Deus mata alguém quem é ele condenar uma pessoa?

    Tente pelo menos amar mais e julgar menos, acho que se o seu Deus é tão bom assim ele ia preferir que você ame do que você julgue uma pessoa!

    • Cara, se vc acha que Deus não se ira, vc está enganado e nunca leu a bíblia. Vc acha que ele destruiu sodoma e gomorra pq ele tava feliz? É claro Deus ama as pessoas, mas só são seus filhos quando são salvos por Jesus Cristo, enquanto isso não apenas criaturas e não herdeiros do seu reino. Você acha que inferna Deus vai criar com a amor? Que papo furado hein.

      • Acho engraçado vocês julgarem uma pessoa baseada em leis da bíblia e de “Deus”. Vocês nem sequer sabem se existiram e não venha me falar que é verdade porque eu nunca vi nada que provasse a existência de Jesus e principalmente de Deus.

        Então acho que seria muito melhor você amar uma pessoa do que ficar julgando ela. Então fiquem com o seu reino de Deus julgando as pessoas que eu vou tentar cada vez mais amar e ajudar as pessoas com caridade não com pregação como vocês dizem que ajudam.

      • Como você vai amar alguém se não acredita no Criador de todas as coisas. Você só ama, porque ele te amou primeiro. Ou amor pra você é uma reação quimica? Quando você vê uma pessoa, seu cérebro te fala: ei, vc ama essa pessoa. Isso é ridículo… vem me falar de amor, um cara que não sabe da existência de um Deus de amor. Um cara que acredita que a morte significa morte, um cara que acredita que as coisas aconteceram por acaso e que estamos aqui por acaso. O Criador e Salvador só não existe pra vc, porque vc nunca o conheceu e não pq ele não existe! O amor que os verdadeiros cristãos sentem, está além do seu entendimento, pois para nós, não é apenas uma reação química cerebral.

      • não entendo isso, se é um Deus de amor que só desperta amor. Porque destruir e matar pessoas? isso também é amar? não faz sentido pra mim. E se Deus tiver ira acredito então que a ira dele é maior que o amor porque pra mim o amor superaria a ira principalmente vindo de um Deus. Se esse Deus tiver ira dentro dele, eu quero é distância mesmo dele me desculpe.

      • Um: não podemos comparar nosso amor e julgamento com o do Criador desses sentimentos. Dois: você ficaria irado com sua mulher se ela te traísse? Ficaria irado se um homem estuprasse e matasse sua filha? É bom você saber que o Criador eliminou as sociedades que faziam atrocidades inimagináveis, onde nossa mente nem pode chegar. Eles faziam sacrifícios de crianças ao deus moloque, queimavam e enterravam vivos, comiam fetos e outras coisas terríveis.

        Ele, como Criador, eliminou esse câncer do mundo e mesmo assim, os humanos continuam fazendo as mesmas coisas. Por isso você deve buscar o Criador e Cristo para se livrar do que está vindo por ai!

      • É isso que eu também não concordo, como assim eu preciso de Deus pra ser uma pessoa boa? Negativo. Acredito até que tenha mais pessoas boas no mundo do que nas igrejas.

        Bem pelo o que você está falando a justiça de Deus é matar e destruir noções e é disso que eu não gosto. e mais uma coisa se você quiser “converter” pessoas não mostre esse lado do seu Deus porque acho que isso as pessoas não gostam disso e sim do amor de Deus

      • Não to tentando converter ninguém cara, as pessoas só chegam ao conhecimento da verdade quando o Espírito do Criador as guia, mas elas precisam dar abertura. Você não entende a história dessas sociedades, elas não faziam apenas essas atrocidades entre eles, mas invadiam inocentes cidades, escravizavam e faziam as mesmas coisas. Imagina o nazismo crescendo e colocando todo mundo cativo, você ia lutar ou morrer como um gado?

        Você não entende que isso faz mais de 4 mil anos atrás, não é como a sociedade de hoje. Deus entrou na jogada e eliminou essas sociedades canibais. Isso não quer dizer que Ele gostou de fazer, mas que TEVE que fazer. Uma escritura pra você… esse tipo de ateísmo não vem de hoje:

        Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e os seus corações insensatos se obscureceram. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. Romanos 1

  2. Bom texto e bem embasado na bíblia, o que é o mais importante. é um tema interessante, pq muitos pensar ser Deus um velho aposentado que não se ira, não corrige e não julga. Jesus veio para salvar e aquels que não aceitarem, já estão condenados.

  3. Nossa, como o pessoal mudou o que Jesus falou… eu não tinha parado para pensar por esse lado. Mas realmente é impossível pregar para alguem sem falar que o que ela está fazendo é errado.

    Os textos também deixam isso bem claro. Tá faltando cristãos sérios e comprometidos com a verdade.

  4. Amados muitas vezes achamos que porque vivemos no tempo da graça tudo é amor, tudo passa aos olhos de Deus…Meus queridos entendam Deus exorta o filho que Ele AMA(Provérbios 3:12), Deus é juiz justo, um Deus que se ira todos os dias!(Salmos 7:10)Engraçado que essa parte da bíblia ninguém se lembra não é???Só nos lembramos de que Deus é amor(1João 4:8)…Você acha que no tempo da Lei era pior??A amado se alguém te perguntar se você preferia o tempo da Lei ou da Graça, o que você responderia???Muitos diriam da Graça, com certeza, porque vivem um evangelho falho, fraco, débil…Apenas duas comparações pra vocês entenderem o que quero dizer! No tempo da Lei você tinha de ser apanhado em cima de uma cama pra ser julgado de adultério,e isso te levaria ao apedrejamento(Levítico 20:10), hoje se você apenas olhar e cobiçar você já adulterou(Mateus 5:28)…na Lei se você matasse você seria morto dente por dente olho por olho(Êxodo 21:23-24), hoje se você aborrecer o seu irmão você já é considerado homicida(1 João 3:15)!E daí? Será que interpretamos corretamento sobre o Deus da graça???

    O que quero deixar aqui é que Deus ama, mas se ira, Ele odeia o pecado, mas a sua misericórdia e a sua graça abundam…Por isso Ele nos coloca ao lado de pessoas para ajudarmos e faze-las enchergarem a sua vida pecaminosa, Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei(Ezequiel 3:18)…Aqui esta a chave de tudo se você ver ser irmão no erro, caminhando ao inferno e não o advertir é de você que Deus vai cobrar a vida dele!!!Eiiii, você esta lidando com seres eternos, você não vai estar perdendo ele pra uma doença, pra morte…você vai estar o perdendo para o INFERNO onde ali ele ficará por toda a eternidade!!!LEMBRE-SE SE VOCÊ NÃO ADVERTIR SEU IRMÃO ELE ESTARÁ POR CULPA SUA POR TODA ETERNIDADE NO INFERNO, NÃO VIVA ESSA FALSA DOUTRINA, ESSE EVANGELHO DISTORCIDO DE AMOR.VIVA O QUE ESTA ESCRITO, A PALAVRA DE DEUS!

  5. Não sei se concordo muito em dar o foco no julgamento ao invés do amor, apesar de parecer que os dois andam juntos. Mesmo assim não me sinto confortável para julgar as pessoas, nem ficar confrontando, ainda acho que devemos pregar o amor e não julgamento. Vamos deixar isso com Deusamor, apesar de parecer que os dois andam juntos. Mesmo assim não me sinto confortável para julgar as pessoas, nem ficar confrontando, ainda acho que devemos pregar o amor e não julgamento. Vamos deixar isso com Deus

    • Considere esse ensinamento de Cristo:

      Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê JÁ ESTÁ CONDENADO, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus. Este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más. (João 3)

  6. Vamos por partes… Devemos julgar? Sim, não tem como discutir com os ensinamentos de Jesus. Devemos condenar? Não, pois só Deus condena. Agora, acho muito arriscado ficarmos procurando confronto por ai, pois acredito que o mundo verá a igreja como um exercito e não um organismo vivo que atinge o mundo com amor. Mais amor e menos julgamento.

    Concordo em partes com o autor, mas em partes discordo, acho que ele pode ser muito confrotador, confundindo assim o que é amor e ira. Também acho que Deus pouco se ira, o que contradiz o que a amiga comentou em cima. Acho que ele aguenta mais do que nós.Vamos por partes… Devemos julgar? Sim, não tem como discutir com os ensinamentos de Jesus. Devemos condenar? Não, pois só Deus condena. Agora, acho muito arriscado ficarmos procurando confronto por ai, pois acredito que o mundo verá a igreja como um exercito e não um organismo vivo que atinge o mundo com amor. Mais amor e menos julgamento.

    Concordo em partes com o autor, mas em partes discordo, acho que ele pode ser muito confrotador, confundindo assim o que é amor e ira. Também acho que Deus pouco se ira, o que contradiz o que a amiga comentou em cima. Acho que ele aguenta mais do que nós.

    • Você serviria um Deus que olhasse o mundo e visse: pedofilia, estupros, assassinatos, tirania, idolatria, drogas, sexo ilícito, guerras e pensasse: “ah, sou paz e amor, não tem problema, eu amo todos eles, está tudo lindo”. Esse falso deus é morto. O nosso Criador é vivo. Ele não é esse parlapatão que todos pensam… Ele é Justo, por isso apenas administra as atrocidades desse mundo, mas um dia todos vão encará-lo de frente.

  7. Parabens, texto excelente e muito esclarecido. Um assunto muito importante que precisar ser lido por todos os cristãos.

    Eu poderia colocar este texto no meu blog, expondo os creditos ao site e ao autor? Grato e Deus abençoe

  8. não sei se jesus quis dizer para não julgarmos, ainda acredito que não podemos falar mal das pessoas. pq jesus ia incitar para ficarmos falando das práticas dos outros. devemos amar, pois amor não está tão ligado assim com julgamento e sim toletarmos mais e julgarmos menos.

  9. Não acho que devemos atribuir sentimentos humanos a Deus, eu sempre acreditei que Deus está além da nossa compreensão e que o certo é tentarmos seguir uma vida sem prejudicarmos ninguém, nem a si mesmo. Por isso tento a cada dia julgar menos e amar mais as pessoas.

    • O Deus Vivo nos criou com sua imagem e semelhança, por isso Ele tem sentimentos assim como nós temos. A diferença é que não são descontrolados como os nossos, alem do seu “pavio” ser mais longo!

  10. Não podemos aceitar que crianças e adolescentes desse planeta continuem acreditando em cobras falantes, homem de barro, mulher costela ou jumenta tagarela, nao combato Deus thor ou odim pq os mesmos mantem-se em seu folclore mas o jeová inssiste em sair da mitologia e entrar na cabeça das pessoas como um amigo imaginario real sendo assim, existe a necessidade de coloca-lo em seu lugar da estoria.

    jorgge dawkins.

    • Se não conhece o Criador, não fale que ele não existe. Como algo que não existe muda vidas e salva pessoas? Não fale do que não sabe…

    • Jah (Jeová), nunca vai fazer isso, pois é o único Deus verdadeiro. Os outros são fábulas, Ele não. Você não tem autoridade para falar do assunto, sendo que pra você nascemos de uma explosão e surgimos dos macacos!

      Isso sim é piada.

    • E vc sabe o seu lugar? leia a Bíblia e descubra que esse Jeová te criou!
      mas vc não o reconhece. bom mas o mundo não o aceitou naquela época também.
      Mas te aconselho, se quiser falar com conhecimento de causa: leia a bíblia antes,
      obs:ore e aceite a Jesus como Senhor e Salvador antes, caso contrario não terá revelação e lerá apenas como se le um livro qualquer ou uma revista de fofocas!

  11. amados vou criar um facebook pra acompanhar a pagina de vcs hj em dia eh dificil achar quem ainda quer viver um evangelho autentico seguindo q esta escrito! :)

    • Ok… nos vemos por lá! Realmente está difícil de achar cristãos nascidos de novo e que querem viver o cristianismo na risca.

  12. Eu prefiro continuar acreditando na biblia do que nessa teoria de julgamento que só serve para se desculpar dos atos cometidos contra os outros…

    • Essa “teoria” do julgamento é a Escritura! Não viu que colocamos referência da bíblia e usamos a doutrina que o próprio Cristo ensinou… agora se você quiser seguir PARTES do evangelho, é escolha sua.

  13. acho que alguns que comentaram deviam crescer espiritualmente e não ficar falando coisas que não concordam com a biblia. estamos vivendo em um tempo de engano e as pessoas querem viver esse cristianismo fraco e sem compromisso. gostei da iniciativa do blog de tratar de um assunto tão esquecido nas igrejas. realmente jesus ensinou e deixou muito claro essa questão do julgamento, então vamos ler mais!ns que comentaram deviam crescer espiritualmente e não ficar falando coisas que não concordam com a biblia. estamos vivendo em um tempo de engano e as pessoas querem viver esse cristianismo fraco e sem compromisso. gostei da iniciativa do blog de tratar de um assunto tão esquecido nas igrejas. realmente jesus ensinou e deixou muito claro essa questão do julgamento, então vamos ler mais!

      • Concordo com o irmão que escreveu sobre este assunto, fico feliz em saber q tem pessoas cheias do Espírito Santo q entende as escrituras, sou católica e foi através de pregações de padres e pregadores católicos da tv católica canção nova q denunciam as imoralidades desse mundo, q eu me converti, enquanto eu ficava ouvindo só pregações de padre Marcelo Rossi q só fala que Deus é Paz e Amor ,e não denuncia o pecado, ficava na ignorancia. Quando ouvi um padre na tv canção nova chamado Jonas Abib, pregando de acordo com as ecrituras contra o exoterismo, espiritismo, novela,ódio,homossexualismo, pornografia, carnaval, sensualidade, magia negra, supertição, músicas e programas imorais, etc… aí sim eu tive uma mudança em minha vida, eu era sega e não sabia, meus olhos se abriram pra palavra de Deus e me fez enxergar q amar a Deus e ao próximo é uma decisão de não mais pecar, de dizer todos os dias :”por hoje não vou mais pecar”, pois quem peca não pratica o mal. Renunciei muitas coisas q não são de Deus e qd digo a um irmão católico e evangélico q tal prática não é de Deus, eles logo dizem:”olha julgar é pecado”, se eu não pratico tais coisas q eles fazem de errado, eu como cristã tenho todo direito de dizer ao meu irmão q ele está em pecado. Lembrando q a palavra de Deus diz q amar a Deus e ao próximo como a si mesmo consta em não adulterar, não desejar a mulher do próximo,isso é, quem ama põe em prática o que a palavra de Deus no ensina. Como diz o profeta Ezequiel que se você ver seu irmão no pecado e não dizer a ele, Deus vai cobrar seu sangue por deixar seu irmão na ignorância. Paz e Bem pra todos!

      • =) Fico feliz de saber que o Espírito do Santo te guiou para conversão. Nossa oração quando publicamos qualquer coisa no vezes7 é para que as pessoas cheguem ao arrependimento ou tenham revelação sobre doutrinas falsas. Espero que os posts sobre catolicismo te ajude entender algumas coisas dessa igreja. Fui católico por muito tampo, mas graças a Cristo por ter me resgatado!

  14. Jesus julgava porque não foi concebido em pecado, não era pecador. Um pecador não pode julgar o outro. O que você defende é um néo-farisaísmo, o que aliás, está mais do que presente nas igrejas hodiernas. Desculpe minha sinceridade, mas se você não entende o que é o “pecado” nas escrituras não diga bobagens.

    • Farisaísmo é esse cristianismo patético atual, onde todos podem fazer o que quiser e ninguém tem peito para corrigir ou julgar uma conduta. Você leu o post? Usamos a escritura dentro do contexto, ao contrário de alguns. Não usamos textos picados para provar algo, como você está fazendo. Está repetindo o que te ensinaram: “Julgar é pecado”. Fazem texto/prova, para seguir uma doutrina mole e TOTALMENTE ridícula.

      As igrejas estão cheias de ditos “cristãos”, que continuam com as mesmas práticas, ouvindo as mesmas músicas, se relacionando do mesmo jeito. Onde estão os cristãos de verdade para julgar e condenar essas práticas? Quando Jesus ensinou como devemos julgar, ele não ensinou para pecadores? Perdoe a minha sinceridade, mas você precisa ler mais as escrituras.

    • Espero que tenha entendido minha resposta. Estamos vivendo em tempos de apostasia e os cristãos tem dormido no “ponto”, seguindo doutrinas que nunca foram ensinadas pelo nosso Salvador e vivendo conforme os padrōes desse mundo. Por isso precisamos voltar as raízes da igreja primitiva.

  15. Muito bom o post, acredito que serve para abrir os olhos de muita gente que vive enganada, aprendendo teologia com pastores que aprenderam errado com outros pastores. É um ciclo vicioso, mas graças a Deus que tem levantado pessoas com entendimento correto da simplicidade das escrituras e não servem o próprio interesse, mas o de Jesus.

  16. Essa é uma das maiores mentiras de satanás. Ele quer que fiquemos quietos e passivos, mesmo vendo toda a idolatria e até feitiçaria dentro das igrejas. Eu vou seguir os conselhos do meu Mestre e julgar sim cada um que estiver mudando o que ele ensinou.

  17. Gosto quando usam as escrituras de maneira abundante e sem ficar usando pequenos e vários versículos. Graças a Deus que alguns ainda têm compromisso com a Palavra para levar a verdade para aqueles que ainda não tiveram entendimento de questões simples e complexas. Mas será que realmente temos que julgar todas as doutrinas e coisas que aprendemos nas igrejas e denominações? O que vocês acham?

    • Marília, o Messias fez uma declaração que deve nortear nosso entendimento e doutrina: “Quem crer em mim, COMO DIZ A ESCRITURA, do seu interior fluirão rios de água viva”.

      Sendo assim, devemos julgar se o Salvador que estão pregando, realmente é o das Escrituras. Porque ele mesmo disse para ficarmos atentos com os falsos profetas! Jamais acredite em tudo que te disserem sem antes conferir. Pedro nos alerta que esses falsos profetas introduziriam secretamente heresias destruidoras, por isso abra os olhos.

  18. Acho que não é por aí. Jesus julgou porque não tinha pecado. Como nós julgaremos, sendo que todos pecamos? Como podemos julgar sendo que não entendemos tudo que está na bíblia? Acho que são questões que vocês devem analisar. Fica na paz!

    • Até hoje, o único que foi tentado em tudo e não pecou foi o Messias. Seus ensinamentos foram para homens falhos como nós. Ele não disse: “aquele que nunca pecou pode julgar”. Ele disse que devemos nos “livrar” dos pecados já cometidos (a trave do nosso olho), para julgar os que estão errando naquilo que uma vez erramos também (cisco do olho do irmão)!

      O Criador odeia farisaísmo e hipocrisia de religiosos que coam a mosca, mas engolem o camelo. Seu Filho disse isso…

  19. Cara!!
    Eu estive pensando. Será que se as igrejas permitissem cervejadas e musicas “seculares” que as vezes falam mais do espírito de Deus do que um monte de caca music gospel. Haveria tanta hipocrisia no meio jovem “evangélico”. Jesus também participava de festas regadas à vinho e se alegrava com ele. Não seria melhor ensinar que o álcool com prudencia, faz menos mau que a hipocrisia?!?!?
    Teremos que ensinar sempre que se deve comer verduras?!?! Sem respeitar os comedores de carne?!?! E vice versa.
    Tá tudo errado. Ou será que foi o Almeida que traduziu a minha RA errado!?!?! Alguém pode me dar uma tradução que seja a mesma que andam “vivendo” por aí?!?!?

    • Cara, eu compartilho da sua indignação, pois também detesto a hipocrisia desse sistema podre que hoje chamam de igreja.

      Quando decidimos escrever sobre esse tema, pensamos exatamente nisso. Hoje as sinagogas de satanás focam em ensinar coisas naturais e se esquecem das espirituais. Chegam a pensar que uma pessoa vai perder a salvação por beber moderadamente ou por comer isso ou aquilo, mas não entendem que naquele grande dia, o Criador vai separar os que cumpriram sua lei dos que a quebraram. E não estou falando dos 10 mandamentos, mas da santa e única lei: amar seu próximo como a si mesmo.

      Hoje nossa luta está sendo com o sistema fariseu que está governando essas sinagogas. Esse “líderes” saem fazer discípulos e quando conseguem, tornam essas pessoas duas vezes mais filhos do inferno do que eles. Foi Cristo que disse isso… triste!

      Curta nossa página: http://www.facebook.com/vezes7

    • Não faço apologia para bebida, mas que de fato as pessoas pensam ser salvas apenas por não beber ou não ouvir uma música secular, isso é certeza. Ninguém é justificado por fazer ou deixar de fazer alguma coisa, mas apenas se seguir a lei de Jesus, que é o amor ao próximo. Eu particularmente acho as músicas gospel piores do que algumas do mundo.

      • Fiquei feliz em ver que a maioria dos comentários estão a favor do autor, mas fico triste de ver que mesmo um texto usando a bíblia gere resolva em alguns irmãos. Eles dizem acreditar na bíblia, mas só aceitam o que é conveniente. Concordo com o Brendo

      • A ideia não é gerar unanimidade, mas ver o ponto de vista de cada um, assim, como dizia Paulo: é importante que haja heresias no meio de vocês para que os sinceros sejam revelados e tragam correção.

  20. Bom,achei interessante o tema,e o acho muito complexo pra bater o martelo e dizer é x ou y,afinal estamos falando de coisas que vão além dessa vida terrena,porém,acredito que todos julgam,não importa se expressamos ou não este julgamento,estamos sempre julgando isso é implícito a uma mente racional como a nossa.Acho que o que deve ser analisado aqui,não é o ato de julgar ou não e sim de condenar ou não,e não podemos condenar a ninguém,pois,não temos este direito.Realmente a parte citada da Bíblia afirma sim,que se estamos vendo um erro na vida do nosso irmão e este é um erro do qual não cometemos mais,devemos exortar este irmão sobre o erro,mas,não podemos condená-lo jamais.Lembro-me daquela passagem em que Jesus,foi colocado numa situação dificil pelos fariseus em que lhe trouxeram uma mulher que fora pega em adultério,naquela época quem fosse pego em tal ato deveria ser apedrejado,Jesus,que era a frente do seu tempo e conhecia a intenção dos fariseus,reconheceu o erro da mulher ou seja,ele fez um julgamento,porém,não a condenou,antes deixou que se essa condenação viesse,que viesse dos fariseus,por isso disse:” – Aquele que não tiver pecado que atire a primeira pedra..”,não houve ali ninguém que atirasse uma pedra sequer.Após ver que os que a queriam apedrejá-la tinham ido, Jesus,disse-lhe:” -Vá-des e não peques mais…ou seja,ele não a passou nenhum sermão,apenas a olhou nos olhos e a aconselhou para que não fizesse mais aquilo. Não sabemos,se essa mulher era a tal Maria Madalena e muito menos se ela continuou a cometer o mesmo erro,mas,Jesus ali demonstrou como devemos julgar,primeiro não podemos cometer o mesmo erro ao qual julgamos,segundo,mostrar o erro da pessoa não significa condená-la e muito menos humilhá-la,afinal quem de nós quer atirar a primeira pedra? Eu não,e vc?

  21. Achei muito sóbrio esse texto, é desse Evangelho que precisamos, um Evangelho que não é relativista como os padrões humanistas ! por essas e outras sutilezas fáceis de serem cumpridas é que a maioria (repara que na Bíblia a maioria sempre está errada) vai dar de cara na porta do Céu, não por falta de fé, mas por CONHECER A JESUS MAS CONTINUAR praticar a iniquidade – Mateus 7:23(pq pra exortar vc tem que ser reto, e isso, dá trabalho. Já ficar calado é mais cômodo). É ao menos estranho pensar que Jesus pregou uma coisa parecida com “fica da mesma forma isso não vai dar em nada “, e confundem também a passagem que Ele diz: E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo.
    João 12:47 , mas ninguém atenta para a continuação …Quem … não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia. João 12:48 ! ou seja, Ele não condena … porque o mundo já está condenado e Jesus é o único “salva-vidas” que Deus providenciou .

    • @Michele, não seu porque é tão difícil das pessoas entenderem os ensinamentos sobre julgamento. Pra mim é preto no branco… fico feliz pelas pessoas que sabem do que estamos falando!

  22. É VERDADE ESSA PALAVRA “Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? POR QUE VC ESTA TENTANDO IMPOR SUA OPINIÃO, NÃO ESTA VENDO O CISCO EM SEU PRÓPRIO OLHO,TENTANDO TIRAR O ARGUEIRO DOS OLHOS DOS QUE NÃO TEM A MESMA OPINIÃO QUE A TUA..E VAI CONTINUAR ASSIM,SABE POR QUE? POR QUE VC É UM EXEMPLO FIEL DESSA PALAVRA.

    • Não estou tentando impor essa palavra, mas sim instruindo os salvos a entender o que Cristo quis dizer com não julgar. Se não concorda, leia por conta própria todo texto, porque mais claro que fui não tem como!

  23. Gostei muito desse tema e li todos os posts.Creio que se a bíblia diz que devemos julgar é pq devemos.Jesus só condena quando julgamos algo que nós mesmo fazemos.É claro que devemos julgar,se não como alguém vai saber se o que está fazendo é errado.Deus julga e se ira para nos colocar no caminho certo.Ora,se eu cometo algo errado e meu pai não me julga,nem se ira,vou achar que ele concorda com o erro.Não é enfatizar o julgamento e esquecer do amor,mas é falar a verdade.Se perguntam sobre o amor, a resposta é sobre o amor.Mas se perguntam sobre julgamento,então do que é que devemos falar?Sobre o julgamento,ora!
    Bjs!

  24. Muito bom o material publicado. Fiquei espantado que falam poucas vezes, mas falam, do nome verdadeiro de “DEUS” _JEOVÁ… Atenção que não é qualquer pessoa atualmente neste sistema de coisas que fala o nome dele, pois o nosso subconsciente está a ser treinado pelo mundo tecnológico e consumista (satanista) para não aceitar ou dizer esse nome tão poderoso. Jeová, o Deus dos exércitos,quer que o conheçamos, e que falemos dele, sem medos nem rodeios, o tempo está curto, estamos no início da grande tribulação, cada vez mais se fala das Boas Novas do Reino pelas Testemunhas de Jeová, sim são as verdadeiras testemunhas de Jeová, mas não quer dizer que pessoas de outras religiões que estão cegas, mas que conseguem praticar o bem não sejam salvas, pois ELE vê o coração de cada pessoa, e claro à o arrependimento. -mas não quer dizer que não aja hipocrisia no meio deles, muitos no seu meio irão cair -
    Ele Jeová, é o único Deus verdadeiro, onde se pode e deve fazer-se a única adoração, a chamada “Adoração Pura”, que é muito difícil praticar, mas não impossível, pois com o tempo , e com o crescimento da fé as coisas não são tão pesadas como parasse, e serão mesmo nestes dias muito mais felizes, pois para o fim os verdadeiros cristãos serão perseguidos, mas quando tentarem tocar nas Testemunhas, é como se tivessem a tocar na menina do olho de Jeová, e aí virá o Armagedom, o famoso “Dia de Jeová”.

    É só ver os sinais, a meretriz está quase a cair, a dita religião falsa que é controlada pela católica que fazem adoração falsa ao Deus mitra, esse boneco que está na cruz, pois esse não é o nosso Rei que já governa nos céus mais os seus 144 mil ungidos, Jesus ( o unico Arcanjo dos céus) morreu numa estaca de braços para cima, que era assim que os romanos faziam a sua justiça e não na cruz, que é um símbolo babilónico, pertencente a Satanás o Diabo,que estava a baixo de Miguel(Jesus), não era Arcanjo, mas um Anjo muito poderoso.

    Não me vou alargar mais, podia estar aqui eternamente, mas não posso, pois para estar aqui “eternamente”, tenho de trabalhar para isso, e isso é pregar as boas novas.

    Tudo de bom para o site e quem o faz, a todos os leitores que ainda não tenham apanhado o comboio, o comboio está a começar a andar, mas ainda vão atempo.

    E que nós todos nos possamos encontrar no paraíso, no reinado milenar de Cristo Jesus, para que possamos atingir a perfeição perdida pelo Adão.

    Um GRANDE ABRAÇO

    • Israel, tudo certo? Acha que somos cegos por não sermos testemunho de Jeová? Pra começar, Jeová nem é o nome real do Altíssimo… o nome dele é sagrado! Nem o Messias ficava falando. Sempre chamou de Pai que é como chamo. A letra J não existe no hebraico logo seu nome não é Jeová. O mais plausível seria Yeová. Estudos de judeus messiânicos sugerem que o nome seria Yodhevavhe! Pronuncia “iodirrevavirre”.

      Então nem vamos discutir esse assunto…

      Fica na Paz.

      • Boas, gostei da resposta, mas aqui fica…
        ((Para que as pessoas saibam que tu, cujo nome é Jeová, Somente tu és o Altíssimo sobre toda a terra – Salmos 83:18)), ((E Deus prosseguiu, falando a Moisés e dizendo-lhe: “Eu sou Jeová”./// E eu costumava aparecer a Abraão, a Isaque e a Jacó como Deus Todo-poderoso, mas com respeito ao meu nome Jeová não me dei a conhecer a eles./// Deus disse então mais uma vez a Moisés:”Isto é o que deves dizer aos filhos de Israel:´Jeová, o Deus de vossos antepassados, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó enviou-me a vós´. Este é o meu nome por tempo indefinido e esta é a recordação de mim por geração após geração. -Êxodo 6:2,3; 3:15)), ((“Eu sou Jeová. Este é o meu nome; e a minha própria glória não darei a outrem, nem o meu louvor a imagens entalhadas. – Isaias 42:8 )), ((Para que as pessoas saibam que tu, cujo nome é Jeová, somente tu és o altíssimo sobre toda a terra. – Salmos 83:18)), ((Jesua disse-lhe então:´É a Jeová, teu Deus, que tens de adorare é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado´.- Mateus 4:10)), ((“Vós sois as minhas testemunhas”, é a pronunciação de Jeová, “sim, meu servo a quem escolhi, para que saibais e tenhais fé em mim, e para que entendais que eu sou o Mesmo. Antes de mim não foi formado nenhum Deus e depois de mim continuou a não haver nenhum.// Eu é que sou Jeová, e além de mim não há salvador. – Isaías 43:10,11)).

        “Assim disse o Soberano Senhor Jeová (YHWH)

        ´…Eis que crio novos céus e uma nova terra;

        e não haverá recordação das coisas

        anteriores, nem subirão ou coração.´”

        — Isaías 65:13,17; também 2 Pedro 3:13

        Atenção vezes7, isto não é, nem nunca poderia ser uma discussão.

        O Nome Divino nas Escrituras Hebraicas e nas Escrituras Gregas Cristãs
        ” Jeová”. Hebraico: (YHWH ou JHVH)
        O nome divino é um verbo, é a forma causativa, no imperfeito, do verbo hebraico (ha.wáh, “vir a ser; tornar-se”). Portanto, o nome divino significa “Ele Causa que Venha a Ser”. Isto revela que Jeová é Aquele que, com ação progressiva, faz com que ele venha a ser o Cumpridor de promessas, Aquele que sempre leva seus propósitos à realização.

        A maior indignidade que modernos tradutores causam ao Autor divino das Escrituras Sagradas é a eliminação ou ocultamento deste seu peculiar nome pessoal. Na realidade, seu nome ocorre no texto hebraico 6.828 vezez como (YHWH ou JHVH / IHVH), geralmente chamado de Tetragrama (que significa literalmente “de quatro letras”). Por usarmos o nome “Jeová”, apegamo-nos de perto aos textos da lingua original e não seguimos a pratica de substituir o nome divino, o Tetragrama, por títulos tais como “Senhor”, “o Senhor”, “Adonai” ou “Deus”.

        O nome “Jeová” ocorre 6.973 vezes no texto das Escrituras Hebraicas da Tradução do Novo Mundo.

        Isto escrito em cima, está no Apêndice da Bíblia “Tradução do Novo Mundo das Escrituras sagradas”.

        desculpa o tamanho, mas para poder explicar teve de ser.”mas havia mais”…

        Que Jeová esteja com convosco.

  25. O que Jesus esta dizendo é o julgamento sem apreciação dos fatos, muitos julgam e já condena sem ter conhecimento dos fatos, é esse o tipo de julgamento que Jesus não aprova, e tambem aqueles erros que o ser humano faz e só ele sabe o porque. Esse compete somente a Deus julgar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s