PLC 122/2006, a lei sodomita!

Estamos sempre atentos na agenda homossexual no Brasil e no mundo, e encontramos coisas que você não vai acreditar. A afronta a igreja do Salvador começou, prepare-se para vigiar, orar, se posicionar, falar e pregar. Sodoma e Gomorra ficam no “chinelo” quando se trata de blasfêmia contra o Criador. Até agora estávamos sendo diplomáticos, mas, a paciência acabou. Temos que entrar em ação ou teremos que compactuar com o lixo dessa classe midiática dos LGBT.

Achamos algumas declarações de ativistas homossexuais, mas antes vamos analisar apenas duas cláusulas do projeto de lei:

  1. Art. 7 (Art. 8º-A) Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público (…). Pena: reclusão de 2 a 5 anos.
  2. Artigo 20;5: Criminalizar qualquer tipo de ação violenta, intimidatória ou vexatória, de ordem MORAL, ÉTICA, FILOSÓFICA OU PSICOLÓGICA. Pena: reclusão de 1 a 3 anos e multa.

Vamos interpretar apenas esses dois trechos. Impedir qualquer manifestação afetiva, isso quer dizer (beijo, abraço, sexo oral, anal ou qualquer outra nojeira desse grupinho). Criminalizar a expressão filosófica e ética não precisa nem interpretar certo? Isso quer dizer que sua ética de não se agarrar em congregações, praças ou escolas, não serve pra nada, pois você terá que assistir dois marmanjos se beijando sem abrir a boca.

Leia as atrocidade ditas por ativistas gays há algum tempo atrás:

  1. “Todas as leis que proíbem a atividade homossexual serão revogadas. A unidade da família – o terreno da criação de mentiras, tradições, mediocridade, hipocrisia e violência serão abolidas. Todas as igrejas que nos condenam serão fechadas.”
    Declaração feita por Michael Switt, um “revolucionário gay” no boletim gay community news (fevereiro de 1987)
  2. “Vamos forçar os cristãos a se retratarem de tudo o que vocês têm crido acerca da sexualidade. Finalmente queremos apagar muitas passagens de suas Escrituras e reescrever outras eliminando o tratamento preferencial dado ao casamento e usando palavras que permitirão que as passagens sejam interpretadas de acordo com os interesses homossexuais.”
    Steve Warren ACT UP, porta voz do grupo homossexual, em seu artigo de 1987 intitulado “Aviso aos Homofóbicos”, na The Advocate (uma revista para o público gay)
  3. “Depois que os anúncios gays se tornarem comuns, faremos campanha nos meios de comunicação em favor dos direitos gays. Aí será o momento de ser duro com os inimigos que restarem. Na verdade, eles serão difamados por nós.”
    (Marshall Kirk e Hunter Madsen em seu After the Ball: How America Will Conquer its Fear and Heltred of Gays in the 90s. O aclamado manual de estratégias do movimento gay).
  4. “Já capturamos as instituições liberais e a imprensa. Já derrotamos vocês em muitos campos de batalha e temos o espírito da era do nosso lado. Vocês não têm fé nem força para lutar contra nós. Sendo assim, bem que vocês poderiam se render agora mesmo.”
    (Steve Warren, mesma entrevista 2.)

A igreja vem alertando os cristãos e não cristãos a prestarem atenção nessa agenda, mas poucos estão vendo onde isso pode chegar. Avisamos que seríamos presos e perseguidos apenas por expressar opinião contrária, e já está acontecendo. Silas Malafaia, pela TERCEIRA vez está sendo perseguido por esse grupo.

Nos EUA, um pastor e um pai foram presos, um por pregar contra o pecado do homossexualismo (na congregação) e outro por tirar seu filho da escola. O professor estava dando aula sobre casamento e mostrando fotos dele e seu parceiro, um vestido de noiva e outro vestido de terno. O pai tirou o filho da escola e no mesmo dia o colocaram na cadeia por uma semana. No Brasil, eles tiram sarro da nossa fé em praça pública e nos EUA, até criaram um concurso para eleger o Jesus mais gay.

Veja o vídeo (não recomendado para nenhuma pessoa sensata e proibido para menos de 18 anos).

Avisamos que eles colocariam uma mordaça na sociedade, mas poucos ouviram. Já invadiram duas igrejas no Brasil e várias outras nos EUA e Europa. Eles começam a se beijar e jogar panfletos, fazendo campanha a favor do homossexualismo (temos imagens, assista ao último vídeo). Em uma congregação, dois homens entraram vestidos de freira para participar da reunião. Enquanto você dorme, eles estão debatendo sobre um projeto para colocar um terceiro banheiro em locais públicos: masculino, feminino e um exclusivo para a classe deles. Tem como ficar mais NOJENTO? Sim. A Secretaria Especial de Direitos Humanos, Apoio e Serviço de Combate à Homofobia, acaba de receber 302 milhões de reais, para trabalhar em cima das seguintes emendas:

  1. INSERIR NOS LIVROS DIDÁTICOS A TEMÁTICA DAS FAMÍLIAS COMPOSTAS POR GAYS, BISSEXUAIS, TRAVESTIS E TRANSEXUAIS.
  2. INCLUSÃO DA POPULAÇÃO LGBT EM PROGRAMAS DE ALFABETIZAÇÃO NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO PAÍS. (PROFESSOR GAY)
  3. DISTRIBUIÇÃO DE LIVROS PARA BIBLIOTECAS ESCOLARES DE ALFABETIZAÇÃO COM A TEMÁTICA DIVERSIDADE SEXUAL PARA O PÚBLICO INFANTO (ATÉ 10 ANOS) JUVENIL (10 AOS 15 ANOS).
  4. CRIAR BOLSAS DE ESTUDO QUE INCENTIVE A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DE TRAVESTIS E TRANSEXUAIS. (BOLSA-GAY).
  5. ESTIMULAR O ACESSO DE JOVENS LGBT NAS OFERTAS DE ESTÁGIO REMUNERADO. (ESTÁGIO PARA GAY).
  6. RECONHECER TODAS AS CONFIGURAÇÕES FAMILIARES PROTAGONIZADAS POR LÉSBICAS, GAYS, BISSEXUAIS, TRAVESTIS E TRANSEXUAIS COM BASE NA DESCONSTRUÇÃO DA HETERONORMATIVIDADE.
  7. LEGALIZAR O DIREITO DO CASAL HOMOSSEXUAL DE ADOTAR FILHOS.
  8. POLÍTICAS AFIRMATIVAS PARA O ENFRENTAMENTO DA LESBOFOBIA.
  9. GARANTIR APOIO PSICOSSOCIAL À POPULAÇÃO LGBT IDOSA.
  10. CRIAR O CONSELHO NACIONAL DE LÉSBICAS, GAYS, BISSEXUAIS, TRAVESTIS E TRANSEXUAIS.
  11. INCLUIR A POPULAÇÃO LGBT EM PROGRAMAS DE COMBATE À FOME E À POBREZA.
  12. CRIAÇÃO DO SELO NACIONAL PARA EMPRESAS QUE APOIAM OU ESTIMULAM OS LGBT.
  13. CRIAÇÃO DO ESTATUTO DOS DIRETIOS LGBT.
  14. GARANTIR A SEGURANÇA EM ÁREAS FREQUENTADAS PELA POPULAÇÃO LGBT COM GRUPOS DE POLICIAIS ESPECIALIZADOS. (BATALHÃO GAY).

Estudos têm mostrado que os homossexuais “assumidos” estão mais sujeitos a depressão, abuso de álcool e suicídio que os heterossexuais. A média das pesquisas de tentativa de suicídio entre adolescentes homossexuais ou bissexuais é de até 40%. Já entre os heterossexuais é de 3%. Entre 25 e 44 anos a taxa é de 4%. Segundo a Sociedade Americana de estudos do Suicídio, a não conformidade com sua condição sexual gera o comportamento de auto-agressão.

Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão. Além do mais, visto que desprezaram o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam. (Romanos 1)

Isso quer dizer que mesmo a sociedade calada ou não, enquanto eles viverem no pecado e sem relacionamento com o Criador, vão continuar se matando. A relação de propensão a manifestar problemas de saúde mental é cinco vezes maior para homens homossexuais e duas vezes maior para as lésbicas, comparando com as mulheres exclusivamente heterossexuais. Entre os adolescentes brasileiros a sexualidade é a segunda responsável pelo suicídio dos meninos, e a terceira para as meninas. O que a pesquisa revelou não é novidade.

“Nossas descobertas suportam claramente a visão de que indivíduos jovens gays, lésbicas e de orientação bissexual estão com risco acrescido de desenvolverem problemas de saúde mental e comportamentos suicidas” disse o professor David Fergusson da Otago University.

O Altíssimo não cria ninguém para viver pensando em se matar. As pessoas escolhem seus estilos de vidas e colhem seus frutos depois. A igreja deve estar disposta a ajudar os que estão na prática homossexual, mas quando eles querem comprar briga com o nosso Deus e família, aí temos que cumprir o primeiro mandamento de Cristo: ama teu Criador acima de tudo e de todo seu coração e entendimento.

Quero compartilhar com você mais uma coisa me intriga. Como um homem que declara publicamente não ter desejo por mulher, procurar um parceiro homem que se veste como mulher, age como uma mulher e se comporta como mulher? Uma mulher que diz não ter desejo por homem, mas procura uma parceira que se parece com um homem, fala como um homem e se veste como um homem? Isso faz sentido pra você?

Que o Criador proteja nossas casas dessa geração corrupta e podre.

Anúncios
PLC 122/2006, a lei sodomita!

12 comentários sobre “PLC 122/2006, a lei sodomita!

  1. lucas disse:

    Eu acho que os gays tão abusando e essa geração tá achando tudo normal. Depois nós vamos colher essa besteirada que os gays tão aprontando. Sacanagem.

  2. Roco Andrade disse:

    Cara, eu concordo com o texto, mas sei lá, existe muito preconceito também com os homossexuais e acho que isso não podia acontecer. Sei que os números não mentem, mas ainda existe violência com os gays e lésbicas.

  3. liandra disse:

    O autor do artigo parece ser homofóbico. Certeza. mas tem uma coisa, fazer uma lei com cotas e etc. não faz sentido, mas também acho que o congresso não vai passar leis desse tipo.

    1. vezes7 disse:

      homofóbico? nem sabe a definição do termo e muito menos me conhece pra acusar. não critiquei nenhum gay… só o grupo militante gayzista!

  4. Wilson P disse:

    Meu Deus do céu!

    “Todas as leis que proíbem a atividade homossexual serão revogadas. A unidade da família – o terreno da criação de mentiras, tradições, mediocridade, hipocrisia e violência serão abolidas. Todas as igrejas que nos condenam serão fechadas.”

    Quem é esse Michael Switt. Cara louco.

  5. Pelo que compreendi vc é contra o projeto de lei que dá aos homossexuais os mesmos direitos civis quenos heterossexuais, então por favor no de sua sabedoria cristã me responda o que devemos fazer com os homoslrsexuais do mundo? Colocar em uma nave e mardar pra o espaço? Extermínio em massa? Ou jogar para de baixo do tapete e ignorar que a cada 28 horas um homossexual é assassinado no Brasil? Então por favor como devemos agir diante desse problema social que vivemos

    1. vezes7 disse:

      Cristina. Na minha empresa trabalham 4 homossexuais. 3 lésbicas e 1 gay. E aí, o que fazer com eles? Absolutamente NADA! Deixem eles viveram. Quantos gays vocês sustenta? Então, faca-me o favor!!

      1. Cristina dos Santos disse:

        Faço, com certeza eu faço o favor de te informar que a ideia de que o empregador sustenta o funcionário é no minimo ultrapassada, já que o trabalhador fornecesse sua mão de obra em troca de pagamento. Quanto a questão que levantei não precisa falar nada não, afinal o que mais posso esperar de alguém que acredita que contratar mão de obra é o mesmo que sustentar alguém.

      2. vezes7 disse:

        É uma troca, mas vale lembrar que o empregador hoje é totalmente coagido pelo estado. Por isso a maioria tem essa visão de sustentar as famílias de quem trabalha para ele!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s